O maior objeto no cinturão de asteróides ficou mais interessante: Os cientistas confirmaram sinais de água no planeta anão Ceres.

Cientistas descobrem água em planeta-anão
Ilustração do planeta-anão Ceres,

Olhando através do Observatório Espacial Herschel, uma equipe liderada pela Agência Espacial Europeia detectou plumas de água sendo expelidas de duas regiões em Ceres.
O estudo foi publicado na edição desta quinta-feira da revista Nature. A sonda Dawn, da NASA, deve chegar ao planeta anão do tamanho do Texas no próximo ano para mapea-lo em detalhes.

Há tempos que os cientistas suspeitavam que Ceres era rico em água, mas observações anteriores foram inconclusivas. Esta é a primeira evidência definitiva de água sobre Ceres e confirma que ele tem uma superfície gelada, segundo o principal autor do estudo Michael Kuppers, da Agência Espacial Europeia.

A descoberta coloca Ceres em uma classe especial de objetos do sistema solar com plumas ativas de água. Outros corpos do tipo incluem a lua Europa, de Júpiter, onde existe um oceano líquido subsuperficial, e a lua Enceladus, de Saturno.

A fonte das plumas de água ainda é incerta. Os cientistas acreditam que pode existir uma camada de gelo logo abaixo da superfície que é aquecida pelo sol ou as plumas podem estar sendo expelidas através de gêiseres. [National Geographic]